sexta-feira, 13 de maio de 2011

Mario Bros (1983)


O Ano era 1983, eu tinha apenas um ano de idade nessa época e a Nintendo lançava o Arcade de "Mario Bros" que logo em seguida receberia ports para o Atari 2600 e Nintendo Entertainment System, ou Nintendinho como ficou conhecido aqui no Brasil com a chegada do Super Nintendo.




Diferente do Super Mario Bros que era um side-scroll com começo, meio, e fim, Mario Bros era um jogo estilo Arcade e nesse tempo a maioria dos jogos não tinha fim, a graça até então era fazer mais pontos possíveis, e chegar mais longe.

Conforme ia avançando as fases, o game se tornava cada vez mais difícil, bolas de fogo apareciam no seu caminho, os inimigos ficavam mais rápidos, e para ajudar tinha o "bolo" que quando derretia transformava a plataforma em gelo, dificultando mais ainda a vida do Mario.

Para ficar mais divertido ainda o game possibilitava jogar ao mesmo tempo com Luigi, até hoje não esqueço dos finais de semana que passei jogando com um colega de infância que era tão viciado quanto eu, me lembro que chegávamos próximo da fase 30 e alguma coisa, mas a dificuldade aumentava tanto que não tinha jeito, e quando se perdia era game-over sem só nem piedade, não tinha continue, a única coisa que ficava ali de recordação era o novo Hi-Score a ser superado, o que nesses tempos era o suficiente para apertarmos Start novamente e tentar tudo de novo.

Para matar os inimigos nesse game, diferente do tradicional pulo em cima dos bichos, aqui você tinha que ir no andar de baixo onde o inimigo estava passando, pular e bater em baixo, e somente depois que o bicho esta de cabeça para baixo, você podia ir até ele e matar.

Após feito isso saia uma moeda do cano como bonus, e se demorasse muito tempo para relar no bicho de cabeça para baixo, ele voltava a se levantar, e mudava de cor e ficava mais rápido, o que dificultava um pouco mais.

Era comum você matar seu amigo acidentalmente durante a partida, Mario e Luigi se trombam se tentam cruzar o mesmo caminho, e quase sempre acontecia de ter um bicho estar virado de cabeça para baixo, e o seu amigo no andar de baixo sem querer pular para desviar de alguma coisa e bater o bicho que estava virado no andar de cima bem quando você está chegando perto para matar o bicho hehehe.

Lista de inimigos e objetos.


 Tartaruga - Apenas um pulo era o suficiente para virar ela.




Carangueijo - Esse era mais rápido que a tartaruga e precisava de 2 pulos para ser virado ao contrario.



 Mosquito - Esse precisava de um pulo apenas, mas o problema é que ele pulava para se mover, então era bem comum você bater no chão e ele estar no ar, e você ter que pular novamente.



Bolo/Gelo - Na verdade ele é um pedaço de gelo, mas enfim, na época chamavamos ele de bolo, e quando ele derretia transformava a plataforma toda em gelo.

Bola de fogo - Ela aparecia de forma aleatória em qualquer um dos andares, ou se fivasse parado muito tempo nele, e nesse game o Mario não agaixa o que dificultava um pouco as coisas para desviar dela.


POW - O mesmo só pode ser usado 3 vezes, batia em todos os inimigos que estavam no chão ao mesmo tempo, se tiver moedas rolando na fase a pessoa que bater no Pow fica com as moedas.



Moedas - Aparece quando você mata algum bicho, vale 800 pontos para cada uma.


Artwork do cartucho do NES.

  
Fotos do Arcade.

Esse game voltou a aparecer novamente com gráficos melhorados no Game Boy Advance nos jogos Super Mario Advance, e Super Mario Advance 2.


É isso ae pessoal, espero que tenham gostado, quem quiser pode jogar diretamente esse game simples porem viciante  clique no link abaixo.

Mario Bros

Controles:

Z = N.D.A
X = Pula
ENTER = Start
SHIFT = Select
SETAS = Controlam o personagem

Não deixe de ler minha próxima postagem sobre o game Donkey Kong.
Donkey Kong 1981

Nenhum comentário:

Postar um comentário